quarta-feira, julho 06, 2022

Jornalista Alcide Filho acusado de estupro é solto pela Justiça e vai usar tornozeleira eletrônica

A Justiça revogou a prisão preventiva do apresentador e biólogo Alcide Filho, preso desde o dia 8 de junho, acusado de estuprar um adolescente de 14 anos. O juiz Raimundo Holland Queiroz acatou o pedido de soltura apresentado pela defesa de Alcide, mas ele não ficará completamente em liberdade.
A prisão preventiva do apresentador foi substituída por algumas medidas cautelares, como o comparecimento em juízo toda vez que for intimado a comparecer; a proibição de se ausentar da comarca ou de mudar de domicílio, sem prévia comunicação à justiça; recolhimento domiciliar nos feriados, finais de semana e no período compreendido entre 20h e 6h, durante os dias úteis; a manutenção de distância mínima de 500 metros da vítima, da família da vítima e de sua residência, além do comparecimento mensal à Central Integrada de Alternativas Penais para informar e justificar suas atividades e monitoramento por tornozeleira eletrônica.
Caso seja descumprida uma só dessas medidas, a justiça pode decretar novamente a prisão de Alcide. O apresentador deve deixar a Penitenciária Irmão Guido ainda nesta quarta-feira.
A soltura de Alcide Filho foi comemorada pela defesa, que considerou a prisão arbitrária e questiona as acusações contra o apresentador.
"Entendemos que ele não representa nenhum perigo. Os fatos alegados teriam ocorrido há muito tempo. Ele sempre contribuiu com as investigações, não havia nenhum motivo para prisão. Ele é primário, nunca respondeu a nenhum processo, é um homem idoso, de conduta pessoal ilibada", avaliou o advogado Marcos Patrício, que representa Alcide Filho no caso.
A prisão
Alcide Filho foi preso no último dia 08 de junho, suspeito de estupro contra um adolescente de 14 anos. A prisão ocorrreu no Centro da capital, na residência do apresentador.
O caso é investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).
Fonte: Cidade Verde