segunda-feira, julho 25, 2022

Sílvio Mendes: “O Piauí já foi a quarta maior riqueza e agora foi parar no fim da fila”

Na noite deste domingo (24) a Caravana Muda Piauí foi até o município de Uruçuí e uma multidão recebeu o pré-candidato a governador Sílvio Mendes (União Brasil), a pré-candidata a governadora Iracema Portella e o pré-candidato a senador Joel Rodrigues (ambos Progressistas) para mais uma edição do Encontro das Oposições.
A reunião foi organizada pelo prefeito de Uruçuí, Dr Wagner, pelo vice-prefeito Stanley e pela ex-prefeita Espírito Santo. Foi uma verdadeira festa, com a participação de muitos vereadores, lideranças locais e muitos populares, numa receptividade que demonstra o desejo de mudar o Piauí. Estiveram também presentes os prefeitos de Antônio Almeida, Marcelo Toledo; de Landri Sales, Delismon; de Porto Alegre, Márcio Neiva; e a presidente do Progressistas de Antônio Almeida, Cristina.

Em um bate-papo junto à população, Sílvio Mendes agradeceu a presença e pontuou os princípios básicos para uma administração inclusiva e assertiva. “Não se deve omitir e nem se arrepender do que se deixou de fazer e muito menos, fazer o que é errado, porque isso é pecado. Para quem é gestor público é proibido roubar e deixar roubar o que é de todo. E garanto: o dinheiro da cidade, dá para cuidar de uma cidade, do seu povo e atender as demandas do que eles precisam. Dá para fazer tudo? Não dá. Mas dá para fazer o principal. Quando você aceita e tem a coragem de assumir a gestão de sua cidade ou estado, é preciso fazer para quem precisa mais e sem precisar fazer propaganda. É direito de todos”, afirma o pré-candidato.
PIAUÍ NO FIM DA FILA
Mendes aproveitou a ocasião e fez críticas ao atual governo, pontuando a realidade precária que o estado vivencia hoje. “O candidato (da situação) vem de um governo que não fez pela saúde, que não atende as pessoas, que não fez a segurança que prometeu que não gerou empregos e nem dividiu as riquezas do nosso Piauí. Já fomos um estado rico e hoje somos tão pobres. O Piauí já foi a quarta maior riqueza do Brasil. Só que atualmente estamos no fim da fila. Isso causa muito sofrimento a todos e muitos nem sabem como isso acontece. Mais da metade da população ganha menos de um salário-mínimo. É preciso mudar essa triste realidade”, disse.
Aplaudido pela população de Uruçuí, que abraçou a caminhada pela mudança do estado, Sílvio Mendes convidou a todos para que façam uma reflexão sobre o futuro que desejam para o povo piauiense. “Estamos todos aqui reunidos por um único objetivo e sentimento: por um Piauí que a gente quer diferente. E é possível fazer isso, garanto a vocês que é. Em nome dos que não conseguem mais viver assim, dos que morrem ao nascer, dos que não tem oportunidade, é que estamos aqui para conversar. Oferecemos a vocês nossa experiência e honestidade”.